Aprenda mais sobre dores nas costas (lombalgia)

Quais os sintomas da Lombalgia?

As lesões nas costas, ou lombalgias, tendem a aparecer entre os 35 e 45 anos em pessoas que ainda estão ativas, mas não estão em forma. A lesão pode manifestar-se de diversas maneiras e afeta a parte inferior das cotas com mais frequência. Um problema nas costas pode apresentar-se como uma dor surda ou um fincada dolorosa, ou ainda apresentar-se como uma sensibilidade ao toque.

Pode haver rigidez na parte inferior das costas ou ainda, o paciente pode sentir dor e / ou dormência irradiando na parte de trás e indo em direção as costas.

Uma pessoa pode suportar o desconforto e as dores nas costas durante todo o dia, enquanto outras podem se sentir bem pela manhã e passarem a sentir dores com o passar do dia. Alguns pacientes constatam que suas costas doem mais em certas posições, como quando estão curvados, sentados por um longo período de tempo ou caminhando.

[su_spacer][su_spacer]

O que causa dores nas costas

4 entre 5 pessoas irão experimentar dores nas costas em algum ponto da vida. Mecanismos corporais deficientes (como curvar a cintura quando está levantando algum peso) são normalmente contribuintes para diversos tipos de dores de costas. Sentar por um longo período de tempo também pode provocar uma pressão excessiva na espinha que resulta em lesão.

Um grande número de pessoas machuca suas costas no trabalho. Qualquer ocupação que envolva se curvar, levantar peso, sentar, ficar de pé por muito tempo, ou movimentos repetitivos pode fazer você vulnerável a uma lesão se você não está em forma. Em casa, segurar crianças ou outra carga pesada repetidamente ou impropriamente pode causar uma lesão.

Enquanto muitas pessoas culpam sua dor por uma escorregada, torção ou o carregamento de alguma carga pesada, a dor nas costas pode, geralmente é um acúmulo de anos de movimentos defeituosos e pequenas irritações à coluna vertebral. Pouca flexibilidade e falta de forma pode ser um dos principais contribuintes para a dor nas costas.

[su_spacer][su_spacer]

O que devo fazer quando minhas costas doem

Evite atividades que possam agravar sua dor. Enquanto seu primeiro instinto pode ser voltar para a cama, pesquisas recentes indicam que continuar ativo pode ajudar na recuperação das dores nas costas. Repouso e inatividade por mais de dois dias podem na verdade serem prejudiciais, já que pode perder força, flexibilidade e resistência.

Tente esses primeiros socorros quando estiver com dor nas costas:

  • Mantenha a atividade física, mas tenha cuidado para evitar quaisquer movimentos que possam agravar a dor nas costas.
  • Tome anti-inflamatórios
  • Aplique gelo na parte de trás de 15 a 20 minutos por uma hora, três a cinco vezes por dia, para reduzir o inchaço, inflamação e dor.
  • Prossiga com exercícios de baixo impacto, como caminhadas ou hidroginástica.
  • Ao dormir, encontre uma posição confortável (talvez de lado, com um travesseiro entre os joelhos) e tente mantê-la

[su_spacer][su_spacer]

Quando devo visitar um médico para tratar da dor?

Em 90% dos casos de pessoas com dores agudas nas costas, os sintomas tendem a desaparecer em algumas semanas. Seu médio pode recomendar intervenções especificas que possam acelerar a recuperação e poderá ainda sugerir medidas para prevenir a lesão.

Se você estiver seguindo as recomendações acima e a dor não diminuir após 4 ou 5 dias você deve avisar seu médico. Além disso, você deve informar seu médico imediatamente caso tenha dor que irradie pela perna, dificuldade para usar os membros, levantar dedos, fraqueza nos tornozelos, dificuldade de ficar reto, perda de controle da bexiga ou do intestino, formigamento na perna, dificuldade de ereção, infecção ou febre alta. Apesar de ser raro, dor nas costas pode indicar problemas mais sérios, então, qualquer dor que não esteja passado deve ser avisada ao médico.

No primeiro momento, seu médico pode prescrever remédios ou um programa de exercícios em casa, ou até mesmo transferir você para um fisioterapeuta para um tratamento mais intensivo. Em algumas situações que as dores nas costas não estejam passando, você também pode procurar tratamento com alguém com treinamento mais especializado , como um médico especializado em medicina do esporte, um fisioterapeuta, um especialista em dores crônicas ou até mesmo um cirurgião espinhal.

[su_spacer][su_spacer]

Por que devo passar por exames?

Seu médico pode conseguir diagnosticar a causa da sua dor nas costas, apenas obtendo um histórico médico detalhado e realizando alguns exames físicos. O médico pode questionar sobre seu modo de vida, ocupação, avaliar o seu padrão de movimento e postura, e determinar o que você estava fazendo quando a dor surgiu .

Para a dor lombar aguda, raios-x e estudos de diagnósticos geralmente não são úteis a não ser que um acidente sério ou um problema neurológico tenha ocorrido. Caso haja uma suspeita de lesão no disco, seu médico pode solicitar uma imagem por ressonância magnética (RM) se sua dor não estiver melhorando como o esperado.

[su_spacer][su_spacer]

Que tipo de tratamentos são possíveis para dores nas costas

Seu médico pode recomendar que você consulte fisioterapeuta, ou um personal trainer qualificado, que inicie um regime de exercícios que acelere a recuperação e previna futuras lesões. Assim que a dor aguda diminuir, um regime de exercícios de alongamento, fortalecimento e estabelecimento são fundamentais para evitar lesões futuras.

Aqueles com dores persistentes podem encontrar alivio com injeções de cortisona ou anestésicos bloqueadores do nervo. Uma pequena porcentagem dos problemas nas costas requerem cirurgias.

Com o tratamento para a dor aguda, você deve notar alguma melhorar após duas semanas. Caso não haja melhora, modifique seu plano de tratamento ou considere outra terapia. Depois de 4 semanas sem progressos, exames são indicados. Mantenha em mente que lesões nas costas requerem tempo e dedicação para se curarem completamente. A chave para um tratamento de sucesso é a boa comunicação entre paciente, médico, terapeuta e qualquer outro profissional envolvido.

[su_spacer][su_spacer]

A dor pode voltar?

Se você simplesmente enfrentar a dor e não mudar os maus hábitos que levaram à lesão, é provável que o problema volte a ocorrer. A prevenção é a principal no cuidado das costas, já que uma vez que você apresente um problema nessa aérea, você tem quatro vezes mais chances de sofrer novamente no futuro.

[su_spacer][su_spacer]

Como prevenir a Lombalgia

 Condicione e fortaleça os músculos abdominais e as pernas para dar o maior apoio e flexibilidade para as costas. Exercícios fortalecem seu tronco e extremidades inferiores, o que ajuda a construir o apoio da coluna vertebral.

 Aprenda a se movimentar com segurança. Dobre os joelhos ao levantar, nunca a sua cintura ou as costas. Além disso, segure objetos perto de sua cintura. Articule- se e não se torça ao se mover. Quando tiver que pegar algo, chegue mais perto ou use um banquinho. Se você estiver executando alguma tarefa que exija movimentos repetitivos, faça intervalos.

 Avalie seu local de trabalho, em termos de tarefas realizadas e como ele se apresenta. Sua cadeira deve ter um bom apoio lombar se você fica sentando por muito tempo. Sempre estique-se e mude de posição se você está sentado ou em pé durante todo o dia. Organize seu local de trabalho-Telefone, computadores, arquivos, etc…-para que os movimentos da cabeça, ombros, pescoço e braços sejam mínimos. Você não deve ter que se curvar para a frente na sua superfície de trabalho.

 Mantenha um bom peso corporal. Ao transportar excesso de peso, especialmente em torno do abdômen, as tensões dos músculos podem colocar a coluna vertebral em estresse.

 Aprenda técnicas de relaxamento. O estresse emocional faz com que os músculos das costas fiquem tensos, o que pode resultar em espasmos dolorosos.

 Use calçados confortáveis. Saltos mais altos do que 1,5 polegadas jogam a bacia para a frente e podem machucar as costas. Seus sapatos devem apresentar um bom suporte e amortecimento.

10 dicas para aliviar as dores nas costas

 

Ter dor é muito ruim, não importa o local, as dores são sempre chatas e incomodam muito. Mas as dores nas costas muitas vezes parece a prior delas, ela incomoda mais, às vezes dói quando está em pé, dói quando senta, dói quando está deitado. Muitas vezes a dor não passa e dependendo da posição a dor complica. Se você está com dores nas costas e ainda não sabe qual o problema é importante procurar um médico.

A dor nas costas pode ocorrer por diversos motivos e se ela está incomodando há um tempo não deixe de procurar ajuda, muitas vezes o problema pode agravar se você não procura um médico rápido e ter um diagnóstico. O tratamento para a dor nas costas vai ser diferente dependendo da situação do paciente e do problema, mas podemos te ajudar dando dicas para minimizar o problema.

Mesmo assim é muito importante procurar um médico, o que vamos indicar aqui só vão aliviar o problema por um tempo, não vão curar e tratar. Por isso que voltamos a insistir que você não só precisa como também deve procurar um especialista. O tratamento pode ser até mais simples se você descobrir a causa no início, em alguns casos a demora pode ser tão grave que o problema pode ser resolvido apenas com uma cirurgia.

Dicas para aliviar as dores

Nunca tome remédio sem prescrição médica, você pode tomar um remédio para aliviar a dor, mas nunca um antibiótico ou remédio que precisa de receita. Não vamos indicar aqui nenhum remédio para você, se a dor é intensa é melhor procurar um médico e ele receitará o que você precisa depois de fazer exames.

A PRIMEIRA DICA para você que está sentindo dor nas costas é relaxar a área e tentar se alongar, mas não esforce demais. A dor pode ter acontecido por causa de uma má postura, principalmente se você trabalha sentado o dia todo e não presta atenção na postura. Nesse caso se a dor acontecer, fazer um alongamento e relaxar é importante, assim que a dor aparecer tente levantar, andar um pouco e relaxar os músculos.

Você pode fazer alguns exercícios simples para minimizar a dor e até fazer ela desaparecer, são exercícios simples que não vão ocasionar nenhum dano a coluna. Mas é importante ficar atento, se a dor é muito forte e te impossibilita de fazer movimentos é melhor não se alongar e apenas relaxar. Tente deitar um pouco de forma que fique relaxado e mais tranquilo, a dor pode acontecer por causa de alguma tensão.

Vamos conferir alguns alongamentos que você pode fazer para melhorar a dor nas costas:

  • Alongamento lateral – Em pé, levante os braços e incline para um lado, você não precisa inclinar muito, fique nessa posição por 15 segundos e depois mude o lado e fique mais 15 segundo.
  • Alongamento da coluna posterior – Sentado coloque as pernas esticadas a sua frente, depois coloque um dos pés do outro lado perto do joelho. Seu joelho deve ficar levantado, apoie o braço na perna que está dobrada e vire para o outro lado colocando as mãos no chão. Fique na posição por 15 segundos e depois troque de lado.
  • Flexão de corpo para trás – De joelhos flexione o corpo um pouco para trás e faça esse movimento algumas vezes. Repita o movimento durante 30 segundos.

Essas são só algumas posições que você pode fazer para melhorar a dor na coluna, muitas vezes elas vão resolver e a dor que você estava por causa da má postura vai melhorar. Mas se depois desse relaxamento e alongamento a dor não melhorar ou minimizar é indicado não esforçar mais.

Aplicar calor é a nossa SEGUNDA DICA, é uma forma simples e rápida de minimizar e aliviar a dor que está sentindo. Para aplicar o calor coloque uma compressa morna na área da dor e deixe no local por 20 minutos. A temperatura alta é recomentada normalmente para aliviar dores nas costas, principalmente se a dor está localizada na parte inferior da coluna. Essa compressa vai ajudar a relaxar os músculos e aliviar a tensão que pode estar causando a dor.

Se a compressa de calor não funcionar você pode aplicar compressa fria, e essa é a nossa TERCEIRA DICA. As compressas de gelo ajudam a aliviar as dores relacionadas à inflamação como artrite, além disso o gelo ajuda a reduzir o inchaço de lesões caso tenha. Para fazer a compressa é bem simples, use uma toalha com gelo e aplique no local. Se você tiver os sacos de compressa será mais fácil, é só congelar e aplicar na área. Deixe por 10 a  15 minutos e repita quando achar necessário.

A massagem também pode funcionar, principalmente se você for fazer a massagem em lugares indicados. A QUARTA DICA é fazer massagem no local, tome um banho e relaxe, depois deite e deixe alguém fazer uma massagem no local com movimentos moderados e de baixa intensidade. É interessante usar creme ou óleo para facilitar a massagem, principalmente se essa pessoa não está acostumada. Mas você também pode procurar um profissional ou até mesmo sentar em uma cadeira massageadora.

A QUINTA DICA para você que vive sentindo dor nas costas é procurar um profissional para te ajudar a emagrecer. O excesso de peso pode estar ligado a suas dores nas costas, ele causa sobrecarga nas articulações, por isso emagrecer é uma opção para acabar com as dores. É interessante fazer uma reeducação alimentar para melhorar as dores ou até mesmo acabar com elas.

Nossa SEXTA DICA é descansar, a dor nas costas pode estar acontecendo porque você não descansa direito e não tem as horas de sono essenciais. Se a dor estiver incomodando durma deitado de lado com a cabeça apoiada no travesseiro. Tente dormir pelo menos 8 horas por dia para ficar bem descansado.

É muito importante também ficar atento na sua postura, essa é a nossa SÉTIMA DICA, você precisa estar alinhado com o eixo da cadeira, use também cadeiras firmes com descanso de braços, mantenha também os joelhos elevados. Essa é uma boa posição para você ficar e não irá afetar sua coluna, se não tem o costume de sentar dessa forma comece a melhorar a postura agora. Não é fácil e no início você vai perceber a mudança de posição algumas vezes, mas com o tempo você se acostuma e verá uma melhorar nas dores. Muitas vezes a dor nas costas é causada pela má postura e é por isso que você precisa ficar atento.

Se você já está com a idade avançada sabe muito bem que seu corpo está mais fraco e as quedas podem ocorrer, por isso é preciso de proteger para evitar as quedas e piorar as dores. Se você já está com dores nas costas e sofre uma queda a recuperação será mais demorada e você irá sofrer mais. Por isso é bom proteger contra as quedas que podem ocorrer até mesmo dentro de casa, retire tudo que pode atrapalhar e fazer você cair como tapetes e objetos pequenos no chão. Essa é a nossa OITAVA DICA para aliviar as dores e até mesmo evitar problemas maiores.

Nossa NONA DICA é mudar de posição com frequência, se você trabalha sentado e sente muita dor nas costas, levante e ande um pouco, isso vai aliviar a dor. Mudar a posição é importante para te ajudar a diminuir as dores e aliviar. Se trabalha em pé, sente algumas vezes, se trabalha andando muito, pare um pouco e descanse, mudar a posição é importante para aliviar a dor.

Para concluir, nossa DÉCIMA DICA é fortalecer os músculos do abdômen e da coluna, mas é importante procurar um médico para saber se você pode fazer exercícios físicos. Muitas vezes o exercício pode atrapalhar a dor, mas se for liberado para você, não deixe de fazer, elas vão ajudar a aliviar a dor e até prevenir

Agora que você já tem 10 dicas para aliviar as dores é só usar alguma delas para minimizar as dores que sentir na coluna. Não esqueça de compartilhar as dicas com outras pessoas pois ajuda muito.

 

O que é Fibromialgia?

A fibromialgia, nome pelo qual é popularmente conhecida a síndrome de Joanina Dognini, é uma doença que aumenta a sensibilidade das mulheres às dores corporais, embora a fibromialgia também possa acometer os homens. Nesta doença, as dores corporais, até então fracas, sentidas pelas mulheres, são interpretadas de forma exagerada pelo cérebro e as mulheres acabam acreditando que possuem alguma lesão grave. Ocorre que os comandos cerebrais que alertam a presença destas dores corporais fracas agem excessivamente e as mulheres sentem as dores em questão de uma forma piorada. Em conjunto, surge a fadiga, a insônia, o formigamento e a hiperatividade.

Como as mulheres acabam sentindo mais dores que do que realmente estão sentindo, já que a fibromialgia causa esta espécie de paranoia, isso afeta, em geral, a vida delas. Junto com a fadiga, a insônia, o formigamento e a hiperatividade, acabam surgindo outros sintomas, como, por exemplo, novas dores, sensibilidade ao toque, cansaço, dor de cabeça, dificuldade de concentração, dificuldade de memorização, ansiedade, depressão, preguiça, sono e baixa autoestima. A fibromialgia é uma doença que atinge cerca de 3% da população feminina brasileira, sendo que é mais comum entre as mulheres que possuem de 30 a 55 anos de idade.

Por acreditarem que as dores pioradas são resultados de lesões corporais mais graves, asmulheres acabam deixando de praticar exercícios físicos, atividades aeróbicas, esportes, artes marciais ou danças, sendo que o quinteto é um dos melhores tratamentos para a fibromialgia. Ao se “mexerem” nas academias, as mulheres acabam obtendo o condicionamento físico necessário para fazerem os seus respectivos cérebros buscarem outra prioridade para se preocuparem. Desta forma, as mulheres deixam de sentir as dores corporais comuns e ainda não sofrem com os efeitos da fibromialgia. Outros benefícios são a distração, o bom humor, a qualidade do sono e a disposição.

Quando nos exercitamos, o nosso organismo e o nosso sistema nervoso central liberam doses de endorfina, substância que é responsável pela felicidade e pelas ações analgésicas relaxantes. Em tese, quando uma mulher com fibromialgia fica feliz, as suas dores são aliviadas, sendo assim, os exercícios físicos, as atividades aeróbicas, os esportes, as artes marciais, a dança, o pilates e a ioga são aliados no combate à doença. Já quando uma mulher com fibromialgia fica triste, as suas dores tendem a piorar, assim como quando estão com preguiça, motivo pelo qual dormir excessivamente não alivia as dores corporais específicas da fibromialgia.

Por se tratar de uma doença crônica, a fibromialgia não possui cura, mas é possível aliviar os seus sintomas fisicamente, medicinalmente e psicologicamente. As dores corporais que são pioradas por conta dos comandos cerebrais dramáticos surgem principalmente no abdômen, nos cotovelos, nos ombros, no pescoço e na região lombar, ou seja, nas áreas onde se localizam as principais articulações e os principais músculos. As aparição destas dores corporais são mais frequentes no período da manhã, pois se agravam por conta da preguiça, do sono e da oscilação climática, motivo pelo qual é importante que as mulheres obtenham disposição e levantem-se.

Para diagnosticar a fibromialgia, os médicos realizam um exame que consiste em aplicar a ponteira de uma máquina de 4kg sob cerca de dezoito regiões corporais que são propensas às dores pioradas com a fibromialgia. Para o paciente ter a doença em questão, a fibromialgia, o mesmo deve sentir uma forte dor em pelo menos onze regiões corporais apalpadas com a máquina de 4kg. Ocorre que as pessoas que sofrem de fibromialgia, por serem bem mais sensíveis, sentem as dores como se a máquina tivesse bem mais do que o peso citado. Já quem sente apenas desconforto em poucas regiões não sofre de fibromialgia.